Ouça agora na Rádio

N Notícia

Estratégia não funciona, Cruzeiro é goleado pelo Internacional e cai na Copa do Brasil

FOTO: Edu Peixoto/Myphoto Press/Estadão Conteúdo

Estratégia não funciona, Cruzeiro é goleado pelo Internacional e cai na Copa do Brasil

Gaúchos vencem por 3 a 0 e disputarão decisão do torneio com Athletico-PR

Informações Compartilhadas Agencia Brasil

O Cruzeiro terá que buscar em outra oportunidade sua nona final de Copa do Brasil. Depois de perder por 1 a 0 no Mineirão, no jogo de ida, o time celeste voltou a ser derrotado pelo Internacional, desta vez por 3 a 0, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Guerrero (2x) e Edenílson marcaram para os gaúchos nesta quarta-feira e sacramentaram a eliminação celeste nas semifinais. 
 
A Raposa até teve alguns lapsos de inspiração nos 45 minutos iniciais de jogo, mas foi controlada no segundo tempo e praticamente não assustou Marcelo Lomba. Chamou atenção na partida a quantidade de passes errados (50) pelo time de Rogério Ceni, a dificuldade de realizar transições rápidas e a desorganização tática na etapa final.
O outro finalista da Copa do Brasil será o Athletico-PR. O Furacão superou o Grêmio nos pênaltis, na Arena da Baixada, e garantiu vaga na decisão do torneio mata-mata. As datas das finais ainda não estão confirmadas, mas a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sorteará os mandos já na manhã desta quinta-feira, em evento no Rio de Janeiro. 
 
Pelo Brasileirão, o próximo compromisso do Cruzeiro é diante do Grêmio. Mineiros e gaúchos medem força neste domingo, às 11h, no Independência. A partida não será realizada no Mineirão em função de um festival sertanejo marcado para o Gigante da Pampulha. 
Diferentemente do que se imaginava, Internacional e Cruzeiro iniciaram o duelo no Beira-Rio sem muitas análises e com muito volume. Logo no primeiro minuto, o Colorado aproveitou falha de Dedé na saída de bola e quase marcou. O zagueiro se recuperou para impedir finalização de Guerrero e, em seguida, Henrique bloqueou rebote de Edenilson.
 
A resposta celeste veio no lance seguinte, aos 2’. Pedro Rocha recebeu de Marquinhos Gabriel dentro da área, finalizou, e Marcelo Lomba fez importante defesa. Na sobra, David, mesmo livre de marcação, desperdiçou a chance. 
 
Embora com maior posse de bola, o Cruzeiro não conseguiu criar novas chances até o fim da primeira metade. Por outro lado, o Inter assustou pelo menos em quatro ocasiões. O Cruzeiro, que optou por sair jogando em detrimento dos chutões em quase todas as ocasiões, encontrou dificuldades para fazer as transições com agilidade.
 
O time de Rogério Ceni voltou a ter uma chance de gol apenas aos 32’. Marquinhos Gabriel avançou pelo meio e foi travado por Victor Cuesta. No rebote, Thiago Neves, de primeira, buscou o ângulo, mas a bola raspou a trave esquerda de Marcelo Lomba. 
 
Sete minutos depois, aos 39’, o Inter não desperdiçou a chance que teve. Dedé errou na saída de bola, Nico López recuperou a posse, fintou Jadson e encontrou D’Alessandro na direita. O argentino cruzou na área para Guerrero, que, livre de marcação, finalizou de cabeça, sem chances para Fábio. 1 a 0.   
 
Na volta do intervalo, mudanças na formação: Dedé, com uma torção no tornozelo, deixou o time para a entrada de Ariel Cabral. Henrique foi deslocado para a primeira linha defensiva. 
 
Não necessariamente por causa das alterações, mas o Cruzeiro iniciou o tempo final cometendo erros parecidos aos da etapa inicial, com passes equivocados e extrema dificuldade para fazer as transições com agilidade. O Internacional aproveitou os erros e amassou o time celeste, mesmo à frente do placar.
 
Aos 24’, Guerrero ampliou o placar com um golaço no Beira-Rio. Nico López recebeu na área, dominou na coxa e lançou o peruano, que dominou no peito antes de finalizar cruzado, com precisão, no ângulo de Fábio. 2 a 0. Edenilson ainda aproveitou contra-ataque, aos 44', para marcar de cobertura e determinar a goleada colorada no Sul. 3 a 0.

O terceiro e último tento também sacramentou a classificação do Internacional, que enfrentará o Athletico-PR na grande decisão da Copa do Brasil. 
INTERNACIONAL 3X0 CRUZEIRO
 
Internacional
Marcelo Lomba; Bruno, Moledo, Victor Cuesta e Uendel (Sarrafiori); Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick; D'Alessandro (Rafael Sobis), Nico López (Nonato) e Guerrero. Técnico: Odair Hellmann
 
Cruzeiro
Fábio; Jadson, Dedé (Ariel Cabral), Fabrício Bruno e Dodô; Henrique e Robinho (Éderson); Marquinhos Gabriel, Thiago Neves e David; Pedro Rocha (Fred). Técnico: Rogério Ceni
 
Gols: Guerrero (aos 39’1ºT e aos 24’2ºT) e Edenílson (aos 44'2ºT)
 
Motivo: jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data e horário: 4 de setembro de 2019 (quarta-feira), às 21h30
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)
FONTE: Superesportes
Link Notícia